domingo, 17 de fevereiro de 2008

Rumo ao bi-campeonato carioca

Ganhar do vasquinho já nem tem graça mais. Se o jogo vale alguma coisa (título, vaga em decisão, etc.), o time do cinto de segurança treme mesmo diante do rubro-negro da Gávea. Os vascaínos (também conhecidos por bacalhau, vices, sofredores, etc.) ganharam do Itabaiana do Sergipe (quem?) no meio da semana pela Copa do Brasil (competição de quem não se classificou pra Libertadores), ficaram animados com o péssimo futebol apresentado pelo Mengão na estréia da Copa Libertadores contra o Coronel Bolognesi e estavam depositando esperanças na 32654654ª reestréia de Edmundo com o pano de chão do vice, mas a história se repetiu como tragédia pra eles.

Os cruzmaltinos saíram na frente, dando a única alegria à pobre torcida viceína. Mas o mundo voltou a girar normalmente com o gol de cabeça do xerifão Fábio “Beckenbauer” Luciano, 1X1 fim do primeiro tempo. Logo no início da segunda etapa, pênalti pro time de São Januário, quem vai bater? Edmundo, é claro! Goleiro num canto, bola nas mãos dele, Bruno, o melhor goleiro do Brasil, defendeu mais uma penalidade decisiva. Ecoava no Maracanã, o grito de reconhecimento da Nação rubro-Negra: Ah, é Edmundo! Ah, é Edmundo!
Depois da pataquada animalesca, o Mengão dominou o jogo e poderia ter aplicado uma goleada histórica, mas compadecendo do eterno sofrimento da torcida sadô do bacalhau, fez apenas mais um pra confirmar a vaga na final da Taça Guanabara, Ronaldo Angelim, também de cabeça deu números finais ao "Clássico dos Milhões".

Domingo que vem é a vez do botafogo do meu camarada sergipano Christian, freguês assíduo. É a final entre os dois times que apresentaram o melhor futebol até aqui nos campos cariocas. Mas aposto que ganhamos mais essa.
Em tempo: os tricoletes do fluminense ficaram animados com a vitória sobre o nosso time mirim no domingo passado, com dancinha e tudo o mais. Ontem foi eliminado da Taça Guanabara melancolicamente, nas semifinais, perdendo para o time do Cuca. Thiago Neves tem que comer muito feijão ainda. Falar menos e jogar mais...

Esta é pra você Eurico!


A Estrada vai além do que se vê!

4 comentários:

Anônimo disse...

ramon, valeu pela homenagem, mas domingo que vem,vamos botar a mulambada pra ver o glorioso dançar créuuu,kkkk

abraços,
christian (aracaju-se)

Leonardo Koury disse...

espero que não, rss!

Anônimo disse...

Tá ficando sem graça mesmo, viu?
O bacalhau virou "sparring" do Mengão!!!
E o Flu, hein? Goleou o time reserva rubro-negro e achou que tava contudo. Se ferrou!!! Que venha o Fogão!

Celina Arêas disse...

Ramon, você está muito chique. E o nosso Mengão está brilhando, não?
Abraços Celina