quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Faltam dois meses para a eleição

O dia 3 de outubro será a data em que os "190 milhões em ação" voltarão às urnas (número arredondado bem para cima, se formos levar em conta as abstenções, votos em branco, votos nulos...). Será o dia de votar para deputados estaduais, federais, senadores, governadores e presidente da República. Eu já disse isso aqui: no calendário do brasileiro em 2010, as eleições começam com o fim da Copa.

Ano que vem teremos um novo presidente, mas quem? Ainda é difícil dizer, já que a campanha começa pra valer mesmo é com o horário gratuito em rádio e tv - anote no seu calendário: dia 17 deste mês. Já começa meio tarde... Em outras eleições, a essa altura o pessoal já se divertia com os tipos estranhos e engraçados que apelam à bizarrice para conquistar votos, e se revoltava com certas "figurinhas repetidas" tentando permanecer mais quatro anos com o poder na mão.

É tempo de pesquisa eleitoral, para dar uma noção de como as coisas andam. E aí é o ponto em que eu queria chegar (este deve ser o texto com mais enrolação que eu escrevo). Comentei, no post anterior, a discrepância da pesquisa Datafolha com a do Vox Populi. Pois bem, no final de semana saiu mais uma pesquisa, a do Ibope. O Vox Populi tinha dado vantagem da petista Dilma Rousseff sobre o tucano José Serra, 41% contra 33%, e logo em seguida o instituto do Grupo Folha fala em empate técnico, com ligeira vantagem tucana: 37% contra 36%. Se o Ibope vale como desempate, então é a petista na frente: segundo o instituto, Dilma subiu 3%, e foi para 39%, enquanto Serra caiu 2%, e chegou aos 34%.

Minha humilde, modesta e singela opinião: ficou mal para o Datafolha.

EM TEMPO: O Rolling Stone Mick Jagger, preocupado com o futuro de seu filho "meio brasileiro", Lucas (filho do roqueiro com a apresentadora Luciana Gimenez), prometeu se engajar na campanha presidencial. Depois de ouvir as declarações de Sylvester Stallone, que recentemente gravou um longa metragem no país, de que o brasileiro aplaude quando um gringo vem aqui explodir prédios, Jagger disse que apoiará a criação do Ministério da Segurança Pública, uma das bandeiras de José Serra. O Stone prometeu apoio integral à campanha tucana. Agora vai!

"I can get no satisfaction!"

Do meu grande amigo Thiago Coelho para o Blog Intelectuais da Bola - IDB


A Estrada vai além do que se vê!

2 comentários:

ThiagoFC disse...

Ah, o sucesso! Ah, o reconhecimento! hehe

Valeu aí, brigadão pelo apoio! hehe

O texto é meu, mas essa foto do Mick Jagger eu achei em outro blog, muito bom e que eu recomendo (mesmo sem conhecer ninguém que escreve lá! hehe), o www.futepoca.com.br - nome inspirado nas três paixões da equipe: futebol, política e cachaça.

Blogueiros disse...

Olá, Ramon. Tudo bom?

Meu nome é Paulo Castro, sou jornalista, e estou trabalhando no comitê da nossa futura presidenta Dilma, para cuidar e auxiliar o relacionamento de vocês - blogueir@s - com a campanha. Poderia entrar em contato comigo, por e-mail (blogueiroscomdilma@gmail.com), para que possamos conversar?

Um abraço,
Paulo.